My Collection

11/mai/2017  Düsseldorf / Alemanha

Perspetivas para o ano fiscal de 2017 confirmadas

Henkel apresenta forte desempenho no primeiro trimestre

  • Vendas superam, pela primeira vez, os 5 mil milhões de euros, atingindo os 5.064 milhões: crescimento nominal de +13,6% e crescimento orgânico de +4,0%
  • Aumento de dois dígitos no lucro operacional*: +13,8% para 854 milhões de euros
  • Melhoria da margem EBIT*: +10 pontos base para 16,9%
  • Excelente crescimento do lucro por ação preferencial*: +11,0% para 1,41 euros

“A Henkel apresentou um forte desempenho no primeiro trimestre apesar do mercado altamente desafiante. Os mercados de bens de consumo caracterizaram-se pela intensificação da pressão promocional e, também, ao nível dos preços. Conseguimos aumentar significativamente as vendas e os lucros e aumentámos ainda mais o retorno ajustado sobre as vendas. Pela primeira vez, as vendas trimestrais superaram os 5 mil milhões de euros. O lucro operacional ajustado também atingiu um novo patamar recorde. Todas as três unidades de negócio e todas as regiões contribuíram para o excelente desenvolvimento e a elevados registos de lucros obtidos", explicou Hans Van Bylen, CEO da Henkel.

"Este forte desempenho foi impulsionado pelas nossas marcas principais e inovações, pela intensificação do nosso foco nos clientes e consumidores, pela aceleração da digitalização das nossas atividades e pelo grande compromisso da nossa equipa global", acrescentou Hans Van Bylen. "Continuámos a fortalecer o nosso portefólio e fechámos duas aquisições muito atrativas".

Relativamente ao ano fiscal de 2017, Hans Van Bylen afirmou: "Esperamos que o mercado se mantenha volátil e incerto ao longo do ano. É provável que as flutuações cambiais continuem e que aumentem os preços das commodities. Também antecipamos um novo aumento da pressão promocional e de preços nos mercados de bens de consumo. No entanto, estamos empenhados em manter o nosso crescimento positivo".

Num contexto altamente desafiante, a Henkel confirmou as suas perspetivas para o ano fiscal corrente: "Esperamos um crescimento orgânico das vendas na ordem dos 2 a 4%. Esperamos que a nossa margem EBIT ajustada aumente para mais de 17,0% e o lucro ajustado por ação preferencial cresça entre 7 e 9%", disse Hans Van Bylen.

Desempenho de vendas e lucros no primeiro trimestre de 2017

Com 5.064 milhões de euros, as vendas no primeiro trimestre de 2017 atingiram um novo patamar histórico e cresceram nominalmente 13,6% em relação ao trimestre anterior. Os efeitos cambiais positivos representaram 1,1% desse crescimento. A contribuição das aquisições e desinvestimentos foi de 8,5%, principalmente como resultado da aquisição da The Sun Products Corporation. As vendas orgânicas, que excluem o impacto dos efeitos cambiais e as aquisições/desinvestimentos, apresentaram um forte aumento de 4,0%.

O crescimento orgânico das vendas foi impulsionado por todas as unidades de negócio. A unidade de negócios Adhesive Technologies apresentou um crescimento orgânico muito forte nas vendas de 5,5%. Beauty Care, por seu turno, apresentou um bom crescimento orgânico de vendas de 2,3%. Por último, Laundry & Home Care registou um aumento orgânico nas vendas de 3,0%.

Os mercados emergentes deram novamente uma contribuição acima da média para o crescimento orgânico do Grupo, registando um crescimento orgânico nas vendas de 6,7%, enquanto os mercados maduros registaram um crescimento orgânico das vendas de 2,1%.

A Henkel apresentou um crescimento orgânico das vendas em todas as regiões: as vendas na Europa Ocidental cresceram 1,8%. A Europa Oriental alcançou um crescimento de 4,4%. Nas regiões de África/Médio Oriente, as vendas cresceram 2,2%. Na América do Norte aumentaram 2,9%. A América Latina obteve um crescimento de 8,2% e na região Ásia-Pacífico as vendas cresceram 9,1%.

O lucro operacional ajustado (EBIT) melhorou em 13,8%, para 854 milhões de euros. As três unidades de negócios contribuíram para esse desempenho positivo.

O retorno sobre as vendas ajustado (margem EBIT) subiu 0,1 pontos percentuais para 16,9%.

O lucro ajustado por ação preferencial cresceu 11,0% de 1,27 euros para 1,41 euros.

O capital líquido de gestão como percentagem das vendas melhorou 0.5 pontos percentuais para 4.9%.

Em 31 de março de 2017, a posição financeira líquida da Henkel apresentou um -1.961 milhões de euros (31 de dezembro de 2016: -2.301 milhões de euros). A mudança relativamente ao final de 2016 deveu-se, principalmente, a um fluxo de caixa livre positivo.

Desempenho das unidades de negócio

A unidade de negócio Adhesive Technologies gerou um forte crescimento orgânico de vendas de 5,5% no primeiro trimestre. Nominalmente, as vendas aumentaram 7,1% para 2.295 milhões de euros. O lucro operacional ajustado cresceu 10,5% e atingiu 415 milhões de euros. O retorno ajustado sobre as vendas registou um aumento muito forte para 18,1%.

A unidade de negócios Beauty Care registou um bom crescimento orgânico de vendas de 2,3% no primeiro trimestre. Em termos nominais, as vendas cresceram 6,4% para 1.011 milhões de euros. O lucro operacional ajustado atingiu 169 milhões de euros, um aumento de 7,4% em relação ao trimestre anterior. O retorno ajustado sobre as vendas registou um bom aumento e atingiu os 16,7%.

Por fim, Laundry & Home Care gerou um forte crescimento orgânico das vendas de 3,0% no primeiro trimestre. Nominalmente, as vendas aumentaram 29,5% para 1.726 milhões de euros em comparação com o último trimestre do ano anterior. O lucro operacional ajustado cresceu 22,8% para 298 milhões de euros, enquanto o retorno ajustado sobre as vendas foi de 17,3%. A aquisição da The Sun Products Corporation contribuiu significativamente para as vendas e lucro operacional registados.

Aquisições atrativas reforçam o portefólio

A Henkel assinou um acordo para adquirir a multinacional Darex Packaging Technologies da GCP Applied Technologies e um acordo para a aquisição da empresa mexicana que opera no segmento de hair care Nattura Laboratorios.

Perspetivas para 2017 confirmadas

A Henkel confirma as perspetivas para o ano fiscal de 2017. A Henkel espera gerar um crescimento orgânico das vendas de 2% a 4% e antecipa que cada unidade de negócio gerará um crescimento orgânico das vendas que se situará nesta margem. Para o retorno ajustado sobre as vendas (EBIT), a Henkel espera um aumento em relação ao ano anterior para mais de 17,0%. A Henkel espera um aumento no lucro ajustado por ação preferencial de 7 e 9%.

Este documento contém declarações prospetivas baseadas nas estimativas e premissas atuais feitas pela Administração Corporativa da Henkel AG & Co. KGaA. Declarações prospetivas são caracterizadas pelo uso de palavras como esperar, pretender, planear, prever, assumir, acreditar, estimar, antecipar e formulações semelhantes. Estas expressões não devem ser entendidas, de forma alguma, como garantias de que essas expectativas se tornarão realidade. O desempenho futuro e os resultados realmente alcançados pela Henkel AG & Co. KGaA e suas empresas afiliadas dependem de uma série de riscos e incertezas e podem, portanto, diferir das declarações prospetivas efetuadas. Muitos destes fatores estão fora do controlo da Henkel e não podem ser precisamente estimados com antecedência, como a conjetura económica futura e as ações dos concorrentes e outros envolvidos no mercado. A Henkel não planeia nem se compromete a atualizar as declarações de prospeção.

*  ajustado por despesas / lucros extraordinários e despesas de reestruturação