12/dez/2019  Düsseldorf / Alemanha

De forma geral, 2019 de acordo com as expectativas e as orientações do mercado

Henkel anuncia perspetivas para o ano fiscal de 2020

“No ano fiscal de 2020, esperamos que a Henkel continue a enfrentar o desafiante ambiente de mercado, difícil de prever, principalmente no que diz respeito à demanda industrial. No entanto, iremos continuar a impulsionar os nossos investimentos em crescimento, como forma de fortalecer de forma sustentável os negócios a longo prazo, num nível superior ao do ano fiscal de 2019”, refere Hans Van Bylen, CEO Da Henkel.

Isso foi decidido pelo Conselho de Administração da Henkel AG & KGaA na reunião realizada hoje. Além disso, o Conselho de Administração aprovou o planeamento e as perspetivas para o ano fiscal de 2020.

Assim, para as unidades de negócios de Beauty Care e Laundry & Home Care, a empresa espera um bom crescimento orgânico das vendas, enquanto o crescimento da unidade de negócio de Adhesive Technologies será presumivelmente impactado pela incerteza na demanda industrial.

No geral, a Henkel espera um crescimento orgânico das vendas para 2020 ao nível do Grupo de 0 a 2%. Para o ano fiscal atual de 2019, a Henkel, perspetiva hoje, que o desenvolvimento das vendas orgânicas seja aproximadamente estável.

Com vista num ambiente industrial incerto e no investimento em marketing e publicidade, bem como em digitalização e em TI, que deverão aumentar em relação a 2019, a Henkel espera que os lucros sejam impactados negativamente no ano fiscal de 2020.

Portanto, a margem EBIT ajustada* para 2020 deverá atingir cerca de 15%, em comparação com um nível esperado de aproximadamente 16,2% em 2019.

Na perspetiva de hoje, a Henkel espera que o lucro ajustado* por ação preferencial (EPS) em 2020 diminua uma percentagem média a alta de um dígito, em taxas de câmbio constantes, em comparação com o valor esperado de cerca de 5,45 euros no ano fiscal de 2019.

Sobre o desenvolvimento para o ano fiscal de 2019, que está a terminar, Hans Van Bylen acrescenta “Apesar do enfraquecimento adicional da dinâmica económica ao longo do ano, as nossas expectativas para 2019 estão, de forma geral, alinhadas com as expectativas do mercado de capitais e com as nossas orientações para o ano fiscal de 2019”.
 

* Ajustado para gastos / lucros únicos e despesas de reestruturação.