11/mai/2020  Düsseldorf / Alemanha

Foco na saúde e na segurança dos funcionários durante a pandemia de COVID-19

Henkel apresenta um forte desempenho nas vendas no primeiro trimestre em condições de mercado muito desafiantes

  • Vendas do Grupo impactadas pela pandemia de COVID-19: nominal -0.8%, orgânico -0.9%
  • As vendas da unidade de negócios Adhesive Technologies diminuíram num ambiente de negócios industrial em declínio acentuado: nominal -4.3%, orgânico -4.1%
  • As vendas da unidade de negócios de Beauty Care diminuíram devido aos resultados significativamente negativos dos salões de cabeleireiro: nominal -2.6%, orgânico -3.9%
  • As vendas da unidade de negócios de Laundry & Home Care registaram um forte aumento: nominal 5.3%, orgânico 5.5%
  • Desenvolvimento diferenciado das vendas a nível regional: mercados emergentes 2.2%, mercados maduros -2.8%

O desempenho comercial da Henkel no primeiro trimestre do ano fiscal de 2020 foi impactado pela pandemia de COVID-19. As vendas do grupo caíram nominalmente em -0,8%, para 4 900 milhões de euros. Apesar dos efeitos da pandemia de COVID-19, as vendas foram, organicamente, ligeiramente abaixo do nível do ano anterior, com uma queda de -0,9%.

“Atualmente, estamos a enfrentar uma situação muito desafiante. A pandemia de COVID-19 afetou todas as áreas da vida e também, de forma muito significativa, a economia global. No entanto, alcançámos um forte desempenho geral das vendas no primeiro trimestre. Nesta crise, a saúde e a seguranças dos nossos funcionários, clientes e parceiros de negócio são da mais elevada prioridade para nós. Introduzimos uma abrangente gama de medidas de proteção ainda no estágio inicial da pandemia. Ao mesmo tempo, fizemos todo o possível para continuar com as nossas atividades comerciais, apesar das circunstâncias difíceis, e continuar a dar resposta aos nossos clientes. Lançámos também um programa de solidariedade global com doações de produtos e apoio financeiro. E, finalmente, no primeiro trimestre, iniciamos a implementação do nosso novo enquadramento estratégico”, refere o CEO da Henkel, Carsten Knobel.

No primeiro trimestre, a Henkel reportou um forte desempenho nas vendas num ambiente de mercado desafiante. A unidade de negócios de Adhesive Technologies foi impactada principalmente pelo significativo declínio da procura da indústria automóvel. As vendas da unidade de negócios de Beauty Care também diminuíram, quando comparadas com o ano anterior. O negócio dos salões de cabeleireiro foi fortemente afetado pelo seu encerramento imposto em vários países. Por outro lado, o crescimento orgânico das vendas nos bens de consumo foi estável em comparação com o trimestre do ano anterior. Graças à forte procura por detergentes para a roupa e para a casa, a unidade de negócios de Laundry & Home Care registou um forte crescimento orgânico nas vendas.

“À medida que a crise evolua, continuaremos a adaptar-nos e a dar resposta com rapidez e flexibilidade às mudanças nos nossos mercados. Estou convencido de que, com a nossa dedicada equipa global, o nosso novo enquadramento estratégico focado no crescimento intencional e o nosso forte balanço patrimonial, estamos bem posicionados para liderar esta situação difícil e que sairemos ainda mais fortes da crise”, acrescentou Carsten Knobel.

Desempenho das vendas do grupo

As vendas do grupo diminuíram nominalmente em -0,8% no primeiro trimestre de 2020, de 4 969 milhões de euros no primeiro trimestre de 2019 para 4 927 milhões de euros. Organicamente (ou seja, ajustado para câmbios e aquisições/desinvestimentos), as vendas diminuíram -0,9%. Ao nível do Grupo, o declínio foi impulsionado pelos preços, com a evolução do preço e do volume diferindo entre as unidades de negócios. As aquisições e desinvestimentos representaram um aumento de 0,4% nas vendas. Os efeitos cambiais reduziram as vendas em -0,4%.

Os mercados emergentes registaram um crescimento orgânico das vendas de 2,2%. As vendas nos mercados maduros diminuíram -2,8%. Ano após anos, o desenvolvimento das vendas orgânicas, na região da Europa Ocidental caiu -4,6%. Por outro lado, aumentaram as vendas na região da Europa Oriental em 10,8%. Na região da África/Médio Oriente, foi alcançado um crescimento orgânico das vendas de 6,8% no primeiro trimestre de 2020.

As vendas diminuíram organicamente na região da América do Norte em -1,4% e na região da América Latina em -2,0%. O desenvolvimento das vendas orgânicas na região da Ásia-Pacífico ficaram também -5,7% abaixo do trimestre do ano anterior.

Desempenho das vendas de Adhesive Technologies

No primeiro trimestre de 2020, as vendas da unidade de negócios de Adhesive Technologies diminuíram nominalmente em -4,3%, passando de 2 309 milhões de euros no primeiro trimestre do ano anterior para 2 209 milhões de euros. Organicamente (ou seja, ajustado para câmbios e aquisições/desinvestimentos), as vendas diminuíram -4,1%, impulsionadas pelo volume. O desempenho no primeiro trimestre foi marcado pela queda significativa da produção industrial após a pandemia de COVID-19. Os efeitos cambias reduziram as vendas em -0,3%. As aquisições/desinvestimentos não afetaram o desempenho das vendas.

O desenvolvimento orgânico das vendas nas áreas de negócios foi individualmente influenciado em diferentes graus pela pandemia de COVID-19. As vendas na área de negócios Automotive & Metals foram significativamente abaixo do nível do ano anterior, principalmente devido a paralisações da produção da indústria automóvel. As vendas diminuíram significativamente na área de negócios Electronics & Industrials, também devido às paralisações da produção nos setores da aviação e da indústria no geral. O declínio geral na área Craftsmen, Construction & Professional foi parcialmente compensado pelos resultados no setor da construção. A área de negócios de Packaging & Consumer Goods registou um desempenho estável nas vendas.

Os negócios nos mercados emergentes mostraram, no geral, um declínio no desenvolvimento orgânico das vendas. As vendas nas regiões da América Latina e África/Médio Oriente e nos mercados emergentes da Ásia (excluindo o Japão) caíram, em comparação com o ano anterior. A pandemia de COVID-19 teve um efeito adverso nos nossos negócios na China e na índia, em particular. Por outro lado, as vendas na região da Europa Oriental aumentaram significativamente. As áreas de negócios de Packaging & Consumer Goods and Craftsmen, Construction & Professional na Rússia foram os principais contribuintes para esse crescimento.

Os mercados maduros mostraram também um desenvolvimento orgânico negativo nas vendas. Embora tenha sido alcançado um crescimento positivo nos mercados maduros na região Ásia-Pacífico, as vendas nas regiões da América do Norte e Europa Ocidental ficaram abaixo do nível do trimestre do ano anterior. Isso deve-se principalmente ao declínio no desenvolvimento nos negócios nas áreas de Automotive & Metals e Electronics & Industrials. Na América do Norte a queda foi parcialmente compensada pelo forte crescimento na área de negócios de Packaging & Consumer Goods e um forte crescimento na área de Craftsmen, Construction & Professional.

Desempenho das vendas de Beauty Care

A unidade de negócios de Beauty Care obteve vendas de 935 milhões de euros no primeiro trimestre de 2020, equivalente a uma redução nominal de -2,6% em comparação com o trimestre do ano anterior (primeiro trimestre de 2019: 960 milhões de euros). Organicamente (ou seja, ajustado para câmbios e aquisições/desinvestimentos), as vendas diminuíram -3,9%. Esse declínio foi impulsionado principalmente pelo volume. Os efeitos cambiais reduziram as vendas em -0,9%. As aquisições/desinvestimentos contribuíram com 2,3% para o desenvolvimento de vendas.

As vendas na área de negócio Branded Consumer Goods foram estáveis quando comparadas com o ano anterior, com um bom desempenho particularmente na categoria de Body Care, e, especialmente, na marca Dial. Na categoria de Hair Cosmetics, em que as vendas caíram ligeiramente no geral, alcançámos um bom crescimento orgânico com as categorías de Hair Colorants. Hair Care e Hair Styling, por outro lado, caíram quando comparados com o ano anterior.

O impacto da pandemia de COVID-19 nos nossos negócios de Hair Salon foi fortemente negativo. Ao longo do primeiro trimestre, o encerramento dos salões de cabeleireiro aplicado pelos governos em vários países resultou em vendas decrescentes numa percentagem de dois dígitos.

A desaceleração decorrente da disseminação da pandemia de COVID-19 também teve reflexo nas regiões. O desempenho nos mercados emergentes foi ligeiramente negativo. As regiões da Ásia (excluindo o Japão), América Latina e África/Médio Oriente caíram quando comparadas com o ano anterior. Por outro lado, a região da Europa Oriental alcançou um forte crescimento orgânico nas vendas, graças o forte desempenho nas Marcas de Grande Consumo.

No geral, as vendas diminuíram nos mercados maduros. As regiões da Europa Ocidental e da América do Norte caíram quando comparadas com o ano anterior. As Marcas de Grande Consumo da unidade de negócio de Beauty Care na América do Norte registou um forte crescimento na categoria de Body Care; no entanto, esse crescimento não compensou totalmente o declínio registado pelos negócios de Hair Salon na região. O desempenho das vendas ficou ligeiramente abaixo do ano anterior nos mercados maduros da região Ásia-Pacífico.

Desempenho das vendas de Laundry & Home Care

As vendas da unidade de negócios de Laundry & Home Care aumentaram nominalmente 5,3% no primeiro trimestre de 2020, passando de 1 667 milhões de euros no trimestre do ano anterior para 1 755 milhões de euros. O forte crescimento das vendas orgânicas de 5,5% foi impulsionado pelo volume. Os efeitos cambiais reduziram as vendas em -0,2%. As aquisições/desinvestimentos tiveram um efeito neutro no desempenho das vendas.

O crescimento orgânico das vendas na unidade de negócios de Laundry & Home Care foi forte – principalmente graças ao desempenho da nossa marca principal Persil, que alcançou um aumento percentual de dois dígitos nas vendas, devido, entre outras coisas, à nossa ofensiva na inovação. A nossa marca principal na América do Norte também apresentou um desempenho muito forte. O crescimento orgânico na área de negócios de Home Care ficou na faixa percentual de dois dígitos, impulsionado principalmente pelo aumento de dois dígitos nas famílias das marcas Pril, Bref e Somat.

Com o aumento das vendas orgânicas na faixa percentual de dois dígitos, os mercados emergentes foram os principais impulsionadores do forte crescimento das vendas orgânicas nesta unidade de negócios. A Henkel obteve aumentos de vendas na faixa percentual de dois dígitos nas regiões África/Médio Oriente, Ásia (excluindo o Japão) e Europa Oriental. O crescimento das vendas na América Latina foi muito forte.

O desempenho das vendas orgânicas nos mercados maduros foi positivo, enquanto as vendas foram ligeiramente negativas na região da Europa Ocidental, a Região da América do Norte registou um crescimento positivo nas vendas. O desempenho das vendas foi forte, principalmente, nos EUA, um mercado importante para a Henkel. O crescimento nos mercados maduros da região Ásia-Pacífico ficou na faixa percentual de dois dígitos.

Ativo líquido e posição financeira do Grupo

Não houve alterações substanciais nos ativos líquidos e na posição financeira do Grupo no período em analise, em comparação com 31 de dezembro de 20019.

Perspetiva

No dia 7 de abril de 2020, o Conselho de Administração da Henkel AG & Co. KGaA decidiu que a previsão para o ano fiscal de 2020 publicada no Relatório Anual de 2019 não se podia manter. Com o desenvolvimento dinâmico da pandemia de COVID-19 a afetar a economia global, atualmente, não é possível uma avaliação fiável e realista do desempenho futuro dos negócios da Henkel.

Assim que for possível fazer uma avaliação suficientemente fiável do desempenho futuro dos negócios em 2020, a Henkel publicará uma previsão correspondente.


Este documento contém declarações prospetivas baseadas nas estimativas e premissas atuais feitas pela Administração Corporativa da Henkel AG & Co. KGaA. Declarações prospetivas são caracterizadas pelo uso de palavras como esperar, pretender, planear, prever, assumir, acreditar, estimar, antecipar e formulações semelhantes. Estas expressões não devem ser entendidas, de forma alguma, como garantias de que essas expectativas se tornarão realidade. O desempenho futuro e os resultados realmente alcançados pela Henkel AG & Co. KGaA e suas empresas afiliadas dependem de uma série de riscos e incertezas e podem, portanto, diferir das declarações prospetivas efetuadas. Muitos destes fatores estão fora do controlo da Henkel e não podem ser precisamente estimados com antecedência, como a conjetura económica futura e as ações dos concorrentes e outros envolvidos no mercado. A Henkel não planeia nem se compromete a atualizar as declarações de prospeção. Este documento inclui – na estrutura de relatório financeiro aplicável não claramente definida – medidas financeiras suplementares que são ou podem ser medidas de desempenho alternativas (medidas não baseadas no GAAP). Essas medidas financeiras complementares não devem ser vistas isoladamente ou como alternativas às medidas dos ativos líquidos e das posições financeiras ou resultados operacionais da Henkel, conforme apresentadas de acordo com a estrutura de relatório financeiro aplicável nas suas Demonstrações Financeiras Consolidadas. Outras empresas que relatam ou descrevem medidas de desempenho alternativas com título semelhante podem calculá-las de forma diferente. Este documento foi emitido apenas para fins informativos e não se destina a constituir um aviso de investimento ou uma oferta de venda, ou uma solicitação de uma oferta de compra, quaisquer valores mobiliários